Um Estilo de Vida Simples

Tem se tornado habitual para os seguidores de Cristo encontrar, nas circunstâncias do nascimento de Jesus, a opção de viver com simplicidade.

Esta opção mostra-se especialmente para aqueles que percebem que Maria deu à luz seu primeiro filho, o Filho de Deus, não em um lugar de ostentação e opulência, mas—porque não havia espaço disponível nos alojamentos—numa manjedoura , um estábulo , uma caverna – de acordo às tradições que temos. No entanto, ali, neste lugar humilde, o menino Jesus foi bem-vindo e bem cuidado. “Maria envolveu-o em panos”. ( Lucas 2:7)

Para ilustrar a humildade do nascimento de Jesus , o compositor William Dix usou sua imaginação criativa para compor a canção popular, “What child is this?” ( “Que criança é esta ? “), em que ele colocou um boi e um jumento na cena do nascimento de Cristo. Foi o profeta Isaías que disse: O boi reconhece o seu dono, e o jumento conhece a manjedoura do seu proprietário, mas Israel nada sabe, o meu povo nada compreende”. (Isaías 1:3).  Ainda hoje , muitos não reconhecem o Deus que se tornou carne, em Belém, no Natal. No entanto, os pastores que apareceram no local do nascimento humilde de Jesus podem ser compreeendidos como refletindo a reversão da sentença de Isaías : Eles se alegraram ao encontrar aquele que reconheceram como seu Salvador ! A criança que nasceu num lugar humilde não considerou a igualdade com Deus algo a que devia apegar-se (Fp 2:6). Ele veio ao mundo numa encruzilhada repleta de desafios da vida e suas oportunidades.

A partir da simplicidade do local de entrada de Jesus ao mundo e do modo de vida que Jesus escolheu para si, podemos aprender sobre a importancia de um estilo de vida simples. Este estilo de vida é avançado como um padrão para nós pelos autores de Advices and Queries (Conselhos e Consultas) – o guia preparado na Grã-Bretanha para a Reunião Anual da Sociedade Religiosa dos Amigos ( Quakers ) : “Tente viver com simplicidade. Um estilo de vida simples, livremente escolhido, é uma fonte de força. Não seja persuadido a comprar o que você não precisa ou não pode pagar. “

Em nosso mundo materialista onde o padrão de consumo das pessoas é frequentemente considerado como um índice de seu “sucesso”, o desafio de viver de forma simples pode facilmente passar despercebido. No entanto , o compromisso com o estilo de vida simples é consistente com o exemplo de nosso Senhor Jesus, cuja entrada no mundo foi sem os confortos que alguns consideram como necessidades básicas, e cujo modo de vida não mostrou nenhum sinal de obsessão materialista.

A simplicidade voluntária ajudaria a limitar o fosso crescente que marca a desigualdade econômica e social preocupante no nosso mundo globalizado. Além disso, reduziria o impacto negativo da atividade humana sobre o meio ambiente.

Este ano, ao celebrarmos a vinda de Jesus – o milagre de Deus aparecendo na forma de um ser humano – a contemplação das circunstâncias do nascimento de Jesus poderia reforçar a resolução de optar por um estilo de vida simples. Se isso acontecer durante esta temporada, quando os promotores de uma crescente cultura de consumo procuram maximizar os seus ganhos, poderíamos nos aliviar da ansiedade que está associada ao excesso de gastos. Quando consistentemente escolhemos viver uma vida simples, abrimos para nós mesmos a porta para  vias pacíficas até então inexploradas e para uma abundante alegria nunca antes experimentada.

Se Deus surge em lugares simples, escolha viver de forma simples e tenha um Natal abençoado!s!

Neville Calllam
Geral Secetary
Aliança Batista Mundial

(Tradução para o Português: Raimundo Barreto)