Totalmente Recriados em Cristo

Este é o dia no qual os discípulos, apavorados e escondidos atrás das portas, se uniram na comunhão da infelicidade. No luto, compartilharam a solidariedade da perda; na tristeza profunda, suas mentes estavam machucadas pelo desapontamento.

Jesus, o Senhor deles, fora crucificado. Morto, Ele fora sepultado. Os discípulos que haviam deixado suas casas e trabalhos para segui-Lo ficaram abandonados ao relento de uma perda indescritível. A tristeza deles desafia palavras; o luto deles não pode ser colocado no papel. O que deveriam eles fazer – um grupo de seguidores desapontados – senão amaldiçoar o destino e calcular o que lhes custou o erro de seguir a Jesus?

Mas era domingo! Em pouco tempo o pessimismo deles desapareceria. A dor que os consumia cederia lugar a um final glorioso. Uma alegria enorme destruiria essa dor penetrante porque aquele domingo, quando os disicpulos, confusos, se reuniram, era o primeiro Domingo da Páscoa.

Hoje é o Domingo da Páscoa! Igrejas no oriente e no ocidente, no norte e no sul – Católicos, Ortodoxos e Evangélicos–celebram com grande vigor e entusiasmo as boas novas da ressurreição de nosso Senhor Jesus.

Cristo liquidou o inimigo chamado morte. Ele conquistou Seus inimigos, fazendo jorrar, na escuridão do túmulo, uma fulgurante esperança! Morrendo, Ele garantiu a nossa salvação. Ressurgindo, Ele selou a nossa libertação.

A Sua ressurreição confirma o fato de que podemos sorrir no transcurso da noite mais escura. Podemos regozijar-nos quando leões ferozes nos espreitam. Podemos encontrar razão para celebrar mesmo quando, amaldiçoando nossa sorte, nos sentimos retidos na cova do desespero.

Hoje é o Domingo da Páscoa, e eis o que sabemos: embora atravessando a noite escura da tristeza, a aurora vai romper. A luz brilha para dissipar a escuridão; a esperança surge novamente ao recebermos de nosso Senhor a dádiva da vida abundante.

Tendo vencido as dificuldades da vida e a escuridão da morte, Jesus injeta uma nova vida nas mentes brutalizadas pela descrença, manchadas pelo cinismo ou paralizadas pelo medo.

Ressurreto com um corpo espiritual, Jesus renova e revitaliza corpos marcados pela luta, machucacos pela desobediência ou desfigurados pelo erro.

Hoje é o Domingo da Páscoa! Jesus sopra em nós a esperança fulgurante que destrói o pessimismo que nos cerca.

Cada domingo é um novo Domingo da Páscoa. Durante a semana, quando nossa vida se assemelha a uma  montanha russa de experiências desencontradas, descobrimos, através do ciclo da morte e da ressureição, o mistério da renovação da fé, e, pela Graça de Deus, somos transformados pela esperança.

Regozije-se! Hoje é o Domingo da Ressurreição! Batizados na morte do nosso Senhor e vivificados  por meio da Sua ressurreição, somos, de fato, recriados totalmente!

Secretário-Geral
Dr. Neville Callam

Baptist World Alliance®
© April 11, 2014